Capa do álbum Viagem ao Coração do Sol

Sideral ou Quem Ama Não Vê Fim

Viagem ao Coração do Sol
Olha teu filho
Lançado na terra
Não se pode encontrar diferença ciência e magia
Sol escuro e a lua sem luz
Vai cair, vai cair, vai cair
Despregar o espaço do tempo, matéria e energia

É a mensagem do dia

Sai do corpo e larga o chão
Ensaiar revolução
Feito um grão no teu jardim
Pois quem ama não vê fim

Olha teu filho
Caído na terra
Só deitado no chão é que pode tocar as estrelas
Acho forte demais quem se vinga
Muito mais, muito mais quem perdoa
Pois quem rega também é regado na luz d'água sideral

É o juízo final
1. O Sonho Acabou Viagem ao Coração do Sol
00:24
3. Raiar ou Vingador da Solidão Viagem ao Coração do Sol
3:09
5. Liberdade, A Filha do Vento Viagem ao Coração do Sol
3:01
3:20
3:13
9. Destilações Viagem ao Coração do Sol
3:42
11. Eternal Viagem Viagem ao Coração do Sol
4:13
12. Primeira Paisagem ou Flor Molhada Viagem ao Coração do Sol
3:54
13. Cavaleiro das Estradas do Sol Viagem ao Coração do Sol
3:20
Qual foi a inspiração por trás da música?
A segunda música Sideral ou Quem Ama Não Vê Fim remete à libertação, fazendo referências, desde a semente do grão até a libertação do corpo; sugerindo a quebra das correntes que aprisionam. "Sideral é o primeiro impulso para chegar perto da filha do vento e apresenta um conceito que abraça o disco inteiro: a sideralidade, o amor como força, vital e eterna, através do renascimento", diz Lirinha. O produtor do disco, Fernando Catatau, participa tocando guitarra tenor.

Outros álbuns

Confira as 18 faixas
2001

Cordel do Fogo Encantado

Confira as 16 faixas
2002

O Palhaço do Circo sem Futuro

Confira as 15 faixas
2006

Transfiguração

Confira as 1 faixas
2018

Liberdade, A Filha do Vento